segunda-feira, 27 de dezembro de 2010

Procissão Festa de Alfarim 2010











Festa de Alfarim, dia 26

Apesar do frio intenso e da chuva do dia anterior, São Pedro brindou-nos com um dia solarengo e agradável, e nós, Alfarinheiros, merecíamos, Nossa Senhora da Conceição ia sair pelas ruas e abençoar a nossa terra.
O Largo estava cheio e uma pequena multidão seguia a procissão.
Depois de recolher novamente à Igreja a banda continuou a tocar e pelas 22.00h, já com algum atraso a artista subiu ao palco.
O pessoal é dedicado à terra e à festa e ali ficou, mesmo apesar do ar gélido, até ao fogo de artifício iluminar os céus de Alfarim.
Como já disse várias vezes e não me canso de repetir, ADORO A MINHA TERRA, gosto de promovê-la e encho o peito de orgulho quando digo que sou de Alfarim.
Fiquei extremamente incomodada e transtornada com o cheiro nauseabundo que se sentia a esgoto por toda a aldeia e que acabou por contaminar o ar durante toda a tarde e à noite, o que é que aconteceu, o que é que se passou?????
O crescimento urbano na colina por detrás da paragem, dificultou a panorâmica do fogo de artificio…e a artista ficou muito aquém do espectáculo do ano passado.
Continuo a questionar o que é que aconteceu ao Presépio de dimensões mais pequenas, que era feito há uns anos atrás, com todas as figuras do quotidiano de antigamente, que eu ficava horas a observar embevecida?

quinta-feira, 23 de dezembro de 2010

Feliz Natal de Alfarim

quarta-feira, 22 de dezembro de 2010

A arma secreta

The lifeguard

Miss GT

Varandas...

Sobriedade e bom gosto.

segunda-feira, 13 de dezembro de 2010

Alfarim by night


terça-feira, 7 de dezembro de 2010

Irónico e sofisticado



Roy Lichenstein
Roy Lichtenstein foi um proeminente artista americano pop, um mestre do estereotipo e o mais sofisticado dos artistas pop, quer pela capacidade de análise visual, quer pela a ironia da exploração dos estilos passados.
É impossível olhar para alguma Banda Desenhada e não ser assolado imediatamente pelo trabalho de Lichtenstein.

A violência doméstica não pode ser um segredo"

Segundo a Direcção Geral da Administração Interna os números são preocupantes e só um trabalho de educação e sensibilização pode mudar consciências.
No primeiro semestre de 2009 foram apresentadas, junto das autoridades portuguesas, 14.600 queixas de violência doméstica, que representa uma média de 81 queixas diárias.
Embora nem toda a violência doméstica seja exercida sobre as mulheres, estas representam 85% das vítimas e é esta a situação que a Amnistia Internacional - Portugal, gostaria de ver alterada.
Vamos denunciar e ajudar.

quinta-feira, 2 de dezembro de 2010

Bruni - Sarkozi


Natal na Europa

África...