segunda-feira, 27 de dezembro de 2010

Festa de Alfarim, dia 26

Apesar do frio intenso e da chuva do dia anterior, São Pedro brindou-nos com um dia solarengo e agradável, e nós, Alfarinheiros, merecíamos, Nossa Senhora da Conceição ia sair pelas ruas e abençoar a nossa terra.
O Largo estava cheio e uma pequena multidão seguia a procissão.
Depois de recolher novamente à Igreja a banda continuou a tocar e pelas 22.00h, já com algum atraso a artista subiu ao palco.
O pessoal é dedicado à terra e à festa e ali ficou, mesmo apesar do ar gélido, até ao fogo de artifício iluminar os céus de Alfarim.
Como já disse várias vezes e não me canso de repetir, ADORO A MINHA TERRA, gosto de promovê-la e encho o peito de orgulho quando digo que sou de Alfarim.
Fiquei extremamente incomodada e transtornada com o cheiro nauseabundo que se sentia a esgoto por toda a aldeia e que acabou por contaminar o ar durante toda a tarde e à noite, o que é que aconteceu, o que é que se passou?????
O crescimento urbano na colina por detrás da paragem, dificultou a panorâmica do fogo de artificio…e a artista ficou muito aquém do espectáculo do ano passado.
Continuo a questionar o que é que aconteceu ao Presépio de dimensões mais pequenas, que era feito há uns anos atrás, com todas as figuras do quotidiano de antigamente, que eu ficava horas a observar embevecida?

0 comentários: