quinta-feira, 28 de abril de 2011

Que tristeza...

A pobreza é uma das causas que mais contribuem para a desflorestação e destruição do meio ambiente. Custa-me a acreditar que seja esse o factor principal para o abate de árvores e pinhais inteiros na nossa terra.
Os pinheiros mansos são uma fonte de grande rendimento na época das pinhas, assim como fornecem resina e lenha extraída dos ramos mais baixos, permitindo à árvore continuar a dar sombra e conservar a sua beleza natural.
Na zona da Jardia, propriedade dos Herdeiros de António Xavier de Lima, a aniquilação tem sido brutal e devastadora.
Recordo que o ano passado quando se realizou o Super Bock Super Rock, uma das queixas foi a falta de sombra.
Como é que podem acabar assim com árvores centenárias?
Os pinheiros doentes, (nemátodo, lagarta do pinheiro), mantêm-se de pé, secos e escuros, a contaminar as árvores envolventes, porque é que não abatem esses?
Antes de chegarmos ao Campo de Futebol do Alfarim, encontramos mais uma vasta área completamente devastada. Que tristeza … e revolta.

0 comentários: